sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

O Colhedor de Flores e o Jardineiro!

Foto retirada da Internet.
No Jardim da vida, temos que aprender a plantar e colher as pessoas certas.
E neste aprendizado, conheceremos 2 tipos encantadores de pessoas:

Os Colhedores de flores e os Jardineiros:

Os Colhedores nos tratarão como belíssimas flores de ornamentação de jarros, e iram nos colher para enfeitar, alegrar e perfumar suas vidas, vão nos trocar de lugares, nos renovar a água e até nos amarem até nossas pétalas caírem depois da florada.

Mas assim que virar-mos galhos secos, acabarão a sua dedicação carinho e cuidado, e não terão o menor remorso em simplesmente nos arremessarem ao lixo, com a certeza de terem nos dado o melhor de si! Porque realmente o melhor que tinham acaba ali...
São ocos e superficiais, e não têm tempo hoje pra pensar no amanhã, para cultivar o que demora a dar flores.

E encontraremos também os Jardineiros de coração e de alma:
Os que não vão querer a flor, mas sim a mudinha esmirrada e sem graça, vão nos plantar com carinho e darão todos os dias o melhor de si, terão suavidade, paciência, mesmo quando nossas raízes insistirem em não brotar, e quando brotarem vão comemorar com alegria e tenacidade.
Não terão pressa em nos ver apontar o primeiro botão, porque amarão nossas raízes, mesmo secas e feias, e quando verem se abrir as primeiras pétalas, delicadas, vão comemorar como se admirassem um diamante, não vão nos tirar do pé para exibir nossa beleza e exuberância, mas vão se preocupar e perder o sono com cada vento mais forte, colheram as pétalas que aos poucos deixaremos cair, e vão guardar em seus livros da vida como troféu de um grande Jardineiro.

E quando finalmente não tivermos mais uma única pétala pra exibir, iram ate o pé com suas tesourinhas delicadas, com sorriso no rosto, com o coração limpo e começaram tudo de novo, com a poda encantada daquele que viveu o suficiente pra aprender que na vida muito mais vale a mudinha fraca e sem flores do que o jarro perfeito que enfeita a sua sala...
E então,  já escolheu seu Jardineiro?

Kcris Ramos






PROCURA-SE um Amor impossível...


Foi anunciado nos classificados da vida, um anúncio de página inteira com o seguinte apelo:

Procura-se um Amor impossível!

Requisitos:

É imprescindível que surja de uma incomensurável Paixão, e uma Incondicional convivência.
Precisa-se, ter a impossibilidade tão ou mais forte do que o encontro entre o Sol e a Lua, e apesar de tantas e obvias diferenças, será exigido a simples Similitude do Amar e do Ser  amado.
Em nenhum novo dia desta convivência, será admitido o despertar com a ausência dos olhos nos olhos, sem um "Bom dia meu Amor", e antes de levantar-mos do leito, nunca será aceito esquecer-mos de desejar-mos um ao outro:
"Que seu dia seja perfeito", e selado então a ação com um sensual e demorado beijo.

O primeiro banho do dia, será primordialmente acompanhado, também não será permitido desjejum em separado, seremos então o pão, igualmente Repartido.
Antes do momento do sair ou do ficar, sejamos então cada um dono do seu próprio dia, sem Imposições ou  Sufocamentos, vamos então trabalhar. 

Durante o passar das horas, ao menos um telefonema, ainda que somente para dizer:
 "Oi, estou com saudades de você"...

Quando finalmente ao cair da tarde, seja chegada a hora de novamente nos encontrarmos, vamos planejar Surpresas mútuas: para mim poderá ser um beijo roubado, e à você um carinho ou qualquer cuidado.

E no regresso ao nosso lar, antes mesmo de qualquer palavra, o laço ardente então será o beijo quente e o abraço apertado.
Sendo então inadmissível, não dividir os acontecimentos do dia, falaremos então com harmonia de tudo o que se passou de um e do outro no transcorrer do nosso dia.

E com a alegria de uma criança, a fidelidade canina, vamos então nos confessar e planejar nossa vida. 
Então será noite, e o luar poderá nos esperar, ou um contemplar da chuva correndo, ou mesmo mãos atadas enquanto lendo, nossas simples presenças serão agora, um namoro  delicado no silêncio.
E em tal Comunhão, perderemos horas...

E que fique aqui registrado: não nos prometeremos felicidade infinita, mas nos afiançaremos estar um ao lado do outro antes de qualquer lágrima corrida.

E se alguma mágoa ou chatiação venham à nos afetar, que jamais durmamos um sem o outro, ainda que tristes mais abraçados, pois minha força será sua presença e sua fraqueza então, a minha desolada ausência...

Quem achar, por favor faça contato com um Poeta Apaixonado, Incrédulo e Perturbado, residente na Rua dos Tolos número não encontrado.

Kcristina Ramos






Leiam também.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas