domingo, 15 de fevereiro de 2015

BALAS PERDIDAS!

Ola meu querido leitor! Primeiramente saiba que é muito bom tê-lo aqui, desejamos que tenha uma vontade incontível de regressar a nossa sala de leituras, desejamos que você tenha uma leitura agradável e proveitosa, um abraço!



O Brasil, já há algum tempo, assustado assiste atônito e impotente, vidas sendo feridas e ceifadas por “Balas perdidas”. De 2008 a 2013, foram 891 vítimas, sendo 62 fatais. Só em janeiro de 2015, no Rio de Janeiro, foram 37, sendo 06 fatais, conforme pesquisei na Net. Entre elas, Valéria, Sandra, Adriene, Caio, Graciele, Asafe, Larissa... Estes são alguns nomes que com muita tristeza vimos nos noticiários entre outros.


Um problema atribuído à ineficácia da segurança, segundo alguns veículos de comunicação e a opinião de muitos. Mas será que é realmente a política de segurança a única responsável por esse quadro? Não restam dúvidas de que ela tem grande responsabilidade! Mas será que sozinha é capaz de resolver? Recentemente nos foi apresentado e colocado em prática as UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora), no Rio de Janeiro.


Uma iniciativa louvável, mas que não podemos dizer que deu certo. Na verdade, embora louvável, é notório que para dar certo é necessário que seja implantada com outros serviços. Talvez esteja aí sua deficiência, que só poderia respingar em seu povo. Colocar policiais bem armados em uma área de conflito, para impor a paz apenas com repressão, é vender uma segurança “FANTASMA”, ILUSÓRIA... 



É preciso que o estado entre com as UPPs e com investimentos pesados em saneamento básico, educação, saúde e uma politica que gere empregos, proporcionando assim o mínimo de dignidade, conforme reza em nossa constituição.

Mas como conseguir isso, se as “BALAS PERDIDAS” que não saem de fuzis, pistolas e revolveres, mas transitam nos corredores e plenários do congresso, desviam através da corrupção, a verba necessária para complementarmos o projeto UPPs e tantos outros projetos sociais, com estes serviços, de forma que deem certo e consigamos oferecer uma política de segurança real? Atualmente presenciamos diariamente o caso PETROBRAS, onde “Balas perdidas” desviaram milhões de dólares, dizimando e frustrando milhões de sonhos! E olha que estão focados apenas na PETROBRAS


Vejamos quando resolverem dar uma olhadinha no BNDS! Será que não encontraremos e identificaremos mais “Balas perdidas” e não sentiremos falta de mais alguns milhões de dólares e a certeza de mais alguns milhões de sonhos frustrados e dizimados? Será?!








Há alguns anos, pintamos a cara e fomos para as ruas, de forma pacífica, investidos de coragem e amor ao próximo e a nós mesmos, protestarmos para tirar do comando de nossa nação uma “Bala perdida” que ao invés de COLORIR nossos sonhos, os melava. 

E conseguimos!. Hoje presenciamos essa macro vergonha! Uma vez que já sabemos como eliminar as “balas perdidas” que dizimam em massa, sonhos e projetos, só nos resta nos unirmos e agirmos, pois só com atitudes se edifica. 



Como eu não gostaria de contar para meus netos esse episódio, dizendo-lhes que assistir passivamente, sem nada fazer, resolvi escrever esse artigo, com intuito de dar minha contribuição, em reflexão!. 

Pedro Chagas

 ( Um TIRA metido a Escritor!)


Leiam também.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas