quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

2016 O ano que seremos melhores! nossa lista para o ano que vem...

Por Kcristina Ramos

É, eu sei você é mais um daqueles que esta pensando em como poderemos ser melhores em 2016?
Ah, que droga de tema eu escolhi para falar!


Afinal, todas as pessoas  no bendito dia 31 de dezembro, ficam pensando nas centenas de coisas que não realizaram no ano corrente, e claro, nas outras centenas de coisas que precisamos realizar no ano que virá, sem contar os muitos sonhos que temos, do tipo:
Tudo dará certo neste novo ano...

Mas afinal, o que e aonde estou querendo chegar com todos estes comentários óbvios, que cada um de nós tolos seres humanos temos?

Durante este ano de 2015, fiz alguns amigos verdadeiros, e infelizmente perdi outros. Destes, uma delas era uma amiga muito querida, que infelizmente morreu de câncer. 

Lembro-me bem que no final do ano de 2014, quando já sabíamos que ela estava com câncer, dissemos uma a outra que faríamos uma lista com as 10 coisas mais importantes que faríamos no ano de 2015, era quase como um pacto para que não nos esquecêssemos de realizar ou ao menos nos empenhar ao máximo para concretizar nossos sonhos e realizações. 

Claro que na minha lista estava eliminar peso, praticar mais atividades físicas, deixar de sofrer por amar demais, e coisas do gênero.
Hoje quando paro para pensar, vejo o quanto egoísta eu fui com meus pedidos. Alias, diga-se de passagem que nunca terminei minha lista, e como logo no começo do ano passado minha querida amiga iniciou sua sofrida batalha contra a doença, nunca consegui saber se ela tinha feito a sua lista, e principalmente quais seriam as suas metas em 2015, coisa que alias me entristece lembrar...

Mas, e 2016? quais são as metas, quais são os sonhos?
Vendo o Brasil com um momento político  dos piores da história brasileira, onde cada vez vemos mais falcatruas e tantas (desculpem o termo) SACANAGENS, acho que nos brasileiros ficamos com tantas metas e uma infinidade de sonhos. Claro que um prêmio de loteria, destes que se fica zilhonário da noite para o dia ajudaria muito, ou ao menos à uma meia dúzia de pessoas, mas isto já é uma tarefa para a sorte, então não conta. 

Hoje o que realmente contaria, era ver menos corrupção, o que sobraria na vida de muitos mais alegria, mais trabalho, mais tempo para ser feliz.
Como seria bom se na cabeça de cada brasileiro, não pairassem estes medos que andam se espalhando por ai, estes que você provavelmente já ouviu:

A conta de energia elétrica vai disparar!
A conta de água ficará ainda mais cara!
Os impostos ficaram serão difíceis de pagar e se multiplicaram!
O desemprego vai aumentar!

E tantas outras exclamações, dúvidas e desesperos além de todos que já temos.
Talvez seja por isto que cada vez vemos mais pessoas estão morrendo de câncer, e outras trágicas doenças degenerativas, talvez...
O fato é que ao meu ver, todo brasileiro é um campeão, sim um campeão! Estamos sempre nos motivando com o amanhã, somente nos esquecemos das coisas que fizemos no ontem.

Que tal tentarmos lembrar das pessoas que botamos no poder, estas que estão ai, que vieram daquelas que tivemos igual ou maior otimismo que seriam melhores. Todo ano de eleição achamos que o "tal" candidato, que todos repetem o bordão de ser aquele que vai mudar tudo, irá realmente mudar ao menos algo, mas não muda, apenas se maquiam de promessas que não duram se quer um ano!

Hoje que é um dia decisivo, pois afinal, o ano acaba querendo ou não, que tal começarmos  analisar o que temos feito e no que temos acreditado!
Se cada brasileiro parasse de acreditar tanto em promessas, parasse de aceitar tantas propinas, tanta corrupção, parássemos de esquecer as nossas tragédia com cada novo escândalo no nosso Brasil, quem sabe até parássemos para pensar a quem andamos dando poder.

Será que agora não teríamos na nossa lista de realizações coisas simples como destinar mais tempo para curtimos nossa saúde, nossos familiares, nossos amigos e tantas outras pessoas e coisas que amamos?

Então, que tal pôr no início da sua lista de 2016, o seguinte pedido:
  1. Pensar e escolher bem meu novo governante!
  2. Votar com consciência e com o coração!
  3. Não me deixar levar por promessas e sim por ações!
  4. e por ai vão os nossos pedidos...
Eu por aqui vou ficando, te desejando muita saúde e uma lista corajosa de metas simples, onde possamos ser mais felizes em 2016, para que possamos dizer com fé:

Feliz 2016!!!!




segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Estamos morrendo pela boca?!



Por Kcristina Ramos

Se você tem dúvidas sobre isto, então meu querido amigo ou amiga, acredito que vai precisar de somente um minuto para ter a certeza disto. Pensemos: Todos os dias aparecem novos livros, revistas, tabloides e informações na rede que simplesmente te confundem. Vejamos a questão das pessoas (que não são poucas), que precisam emagrecer, ou baixar colesterol, ou manter sua pressão arterial controlada ou qualquer outra deficiência corporal, ou ainda, a simples atitude de manter seu corpo físico saudável. Quantas foram as dietas, remédios, produtos e até grupos que te prometem satisfação total e apenas são mais uma frustração na sua vida? Eu sei, não foram poucos... Sem contar os chás milagrosos, aparelhos de ginástica, cremes e até cirurgias que também não foram eficazes. Vivemos num momento muito crítico principalmente em relação a alimentação, de tanto ouvirmos falar exaustivamente, sabemos os principais causadores de tantas doenças:

  • Frituras
  • Doces
  • Carboidratos em excesso 
  • Evidentemente cigarros
  • Bebidas alcoólicas 
  • Refrigerantes
  • Stress e por ai vai a lista interminável.
Mas você pode estar se perguntando, tudo isto eu sei, mas não me leva a pensar que estou morrendo pela boca!
Sim meu caro, é triste a realidade mais está!
Cada vez consumimos mais produtos industrializados e os famosos *transgênicos.

Os alimentos transgênicos são geneticamente modificados com o objetivo de melhorar a qualidade e aumentar a produção e a resistência às pragas, visando o lucro. Em algumas técnicas, são implantados fragmentos DNA de bactérias, vírus ou fungos no DNA da planta.
(Pesquisa da internet)

Fico surpresa quando ainda hoje ouço falarem em *FIM DE MUNDO, afinal está tão claro que não será o mundo que irá acabar, mais sim o ser humano.

Tantas tragédias andam acontecendo, citando minimamente a mais grave: MARIANA.
Este lindo nome de mulher esta gravado nas memorias de milhões de pessoas, mas até quando? Até aparecer na mídia algo bizarro e controverso, então apenas lembraremos da tragédia de MARIANA como um simples nome de mulher...






Bem... voltemos aos fatos da conclusão do nosso título, estamos mesmo morrendo pela boca! Comemos industrializados demais, fora as comidas rápidas( Fast food), estas nem vou entrar no tema porque seria exaustivo demais falar sobre elas. Hoje apenas tente comer menos destes venenos disfarçados de saudáveis e deliciosamente rápidos de consumo, sito os principais:


  • Congelados industrializados em geral
  • Sucos industrializados
  • Margarinas
  • Qualquer alimento transgênico
  • Carboidratos em excesso 
  • Doces e frituras

Retirando, ou de preferencia abolindo por concreto estes alimentos, você vai se sentir mais saudável e bem disposto. Agora se quiser realmente ficar ainda melhor, faça qualquer atividade física que te dê prazer em quantidade moderada e de preferencia prescrita por um médico, depois me conte, quanto mudou em sua vida!
Beijos e até a próxima.

domingo, 13 de dezembro de 2015

Amar ao próximo, você é mesmo capaz disto?

Por Kcristina Ramos



Amar ao próximo, você é mesmo capaz disto?


Não, não, eu não estou aqui para falar de [Mateus 22:39], um dos versículos mais conhecidos da [Bíblia]. Estou aqui com a simples intenção de tentar fazer com que você realmente se pergunte sobre isto, não apenas no sentido bíblico, mas no sentido humano.

Instalou se no mundo uma intolerância absurda a todos e tudo que for diferente, que fuja do convencional, a ponto de incutirmos isto nas crianças ainda bem pequenas.

Outro dia sentada numa praça consegui ver está triste cena acontecer bem diante de meus olhos, uma menina supostamente normal, (normal somos todos e não somente aos olhos de Deus, mas aos olhos de todos que entendem que ser humano é antes de tudo, ser capaz de ver e provar humanidade diante de todo e qualquer semelhante, ou ao menos deveria). 

Bem mais continuando, está menina de aproximadamente 6 anos, brincava com sua boneca um tanto cabisbaixa e solitária até aparecer um menino de acredito eu ter uns 5 anos. 
Detalhe fundamental aos maliciosos de alma e de coração: A menina era muito loirinha, de olhos admiravelmente verdes, ou seja, o padrão de beleza criado pela sociedade. Já o menino uma criança de pele morena clara, o famoso mestiço para usar bem as palavras dos preconceituosos. 

Ele se aproximou da menina com uma caixa colorida e retirou dela alguns bonecos de heróis de quadrinhos, não prestei muita atenção em quais, mais tenho certeza que vi ao menos um boneco do Super Man. A empatia foi imediata entre os dois, de tal forma que não trocaram palavras, mas imediatamente trocaram de bonecos, e o sorriso veio magnífico no rosto de ambos.

Passados alguns minutos, as duas crianças já conversavam e sorriam alegremente, até que aparece o "Monstro" da história, uma mulher belíssima, bem vestida; com um vestido de tecido bem leve e com colorido bem discreto, cabelos negros e pele clara, olhos castanhos amendoados e bem claros, quase esverdeados, maquiada com um batom rosa bem clarinho e sombras também rosa bem suave, com uma aparente tranquilidade e um tom de voz bastante agradável, e pergunta a frase patética dos humanos:
Por que vocês trocaram de brinquedos? Bonecas são para meninas e bonecos para meninos todos sabem disto.

O menino com a carinha de quem não aceita mais também não discutiria a questão, apenas deu com os ombros, a menina que praticamente tomou um choque já que a pergunta lhe parecia absurda, com um tom bem acima do normal de uma criança esbravejou:

Não tem nada haver o que você está dizendo, é a pergunta mais idiota que já me fizeram, gosto dos bonecos dos homens ainda mais do que das bonecas, e não acho que todo mundo sabe disto, não falo chinês, então não sei o que eles acham disto, não falo alemão e também não sei o que acham disto, o que sei é que você sim não sabe nada, brincar é coisa de crianças e todas as crianças podem brincar com o que querem, não interessa se com bonecos ou bonecas, somos felizes apenas brincando.

A mulher abismada, chocada e até ofendida lhe pergunta sem perceber a sombra de uma outra mulher bem atrás dela, que obviamente aguardava a vez de expor sua opinião. 


Mas você é tão bonita e tão mal-educada, não sabe que não se deve corrigir os mais velhos, menina!
A questão não é se você sabe chinês ou alemão, mas que não se deve tratar assim os mais velhos, e...

Ela iria continuar seu falatório se não fosse interrompida por uma mulher de meia-idade, de pele negra, cabelos esvoaçantes, brilhosos e muito bem penteados, também bem vestida, e com um ar de quem iria fuzilar aquela loira estranha. 

Com licença, quem é você para ficar corrigindo com este discurso absurdamente preconceituoso a minha filha, ao invés de ficar prestando atenção em algo tão lindo, que é duas crianças tão supostamente diferentes estarem brincando, porque até agora não se perguntou aonde está o responsável por este menino?

Isso sim é algo para se preocupar, foi quando se aproximou, com lágrimas nos olhos a mãe da criança. 
Uma mulher bem nova que parecia muito mais irmã do que mãe do menino, de roupas bem simples pele clara e cabelos escuros bem lisos, e foi em direção a mãe da menina lhe deu um abraço e imediatamente lhe disse:

Obrigada por ser um ser humano, obrigada por amar ao próximo como a ti mesmo. Beijou o rostinho da menina pegou nas mãos do menino e disse vamos querido, mamãe precisa fazer o seu jantar.

A mulher "Monstro", ficou paralisada e as crianças se despediram com abraços e sorrisos, todos foram embora felizes, mas a mulher "Monstro", ah! Essa foi embora cabisbaixa e supostamente ofendida... 


Infelizmente não são todas as mães que ensinam seus filhos desde pequenos a serem humanos, mas ainda e sempre ainda, existe a chance de mudar, passar a ver a vida e as pessoas como pessoas, fica a dica!



Abraços... até a próxima! 




Leiam também.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas